CMV

Conceituar restaurante: Os 4 principais pontos

É importante que seu restaurante tenha um conceito bem estabelecido. Caso o seu negócio não tenha um conceito definido, poderá perder muitos frequentadores que se identificariam com a identidade do seu negócio. Por isso, essa etapa precisa ser desenhada estratégicamente.
19 de agosto , 2022
Avalie o artigo:

Conceituar um restaurante é refletir o que o cliente entenderá sobre o seu negócio gastronômico. Ou seja, o conceito do seu restaurante envolve tudo o que o cliente consegue visualizar do seu estabelecimento, tanto virtualmente, quanto presencialmente.

É importante que seu restaurante tenha um conceito bem estabelecido. Caso o seu negócio não tenha um conceito definido, poderá perder muitos frequentadores que se identificariam com a identidade do seu negócio. Por isso, essa etapa precisa ser desenhada estratégicamente.

Conceitue o seu restaurante com base no que seu cliente ideal deseja

“Quem é o seu cliente ideal?”. Responda a essa primeira pergunta, pois o cliente ideal irá orientar todo o conceito do seu estabelecimento. Por exemplo: Seu cliente ideal é um jovem? Um executivo que irá apenas almoçar? Uma família que necessita de mesas grandes?

Com a resposta, você conseguirá entender que cada um desses públicos precisam de um conceito diferente. Mas é claro que isso não irá impedir que outros públicos frequentem seu restaurante, mas ajudará na definição do seu conceito, te orientando nas necessidades do seu cliente ideal.

Você consegue expressar o conceito do seu restaurante em uma única frase?

Quando você recebe a pergunta sobre do que é o seu restaurante, você consegue responder em uma única frase?

Estabelecer o seu conceito em apenas uma frase é importante para o seu negócio e após isso, você irá quebrar o seu conceito em outras pequenas partes e essas partes vão definir o seu conceito.

LEIA MAIS  Seguro para Restaurantes: Guia Completo para Proteger seu Negócio

Quais são os elementos do conceito de um estabelecimento gastronômico?

1. Cardápio

O cardápio do seu restaurante é o maior tangibilizador do conceito do seu estabelecimento e será o cardápio que irá definir quais serão os grupos de itens que você terá em seu restaurante. Dessa maneira, você precisará definir de qual maneira você irá agrupar os itens do seu cardápio.

Igualmente, a etapa do agrupamento de itens do seu negócio é tão importante, que a sugestão é que você pense nela antes mesmo de pensar na composição dos itens que pertencerá a esses agrupamentos.

Também é importante redobrar a atenção na descrição dos pratos do seu estabelecimento, pois além de apetitosa, a descrição também precisará refletir o seu conceito.

1.2. Preço

O preço que estará em seu cardápio também ajudará a conceituar o seu restaurante. O preço vai posicionar o seu negócio porque o seu cliente quer saber quanto ele poderá gastar em seu estabelecimento.


2. Serviço

Qual o nível de formalidade que você quer ter em seu negócio? Exemplo: Você quer oferecer serviços mais informais e mais “cool”, com pessoas mais descoladas no atendimento? Ou você quer oferecer seus serviços com pessoas mais “formais”?

É importante também que seus profissionais entendam o conceito do seu restaurante e saibam se comunicar com os clientes a partir do seu conceito.

Dessa maneira, parte do conceito do seu restaurante estabelecer como serão tiradas as comandas: Serão tiradas comandas manuais? Por tablet? Por celular?

2.1. Rapidez

O nível de rapidez do seu atendimento também irá te ajudar a conceituar o seu restaurante e para isso, é necessário entender qual é o seu cliente ideal e qual é o nível de velocidade exigida para o atendimento.

LEIA MAIS  Ponto de equilíbrio para restaurantes: Guia para lucrar mais

Caso o seu restaurante atenda a executivos, que irão frequentar o estabelecimento apenas no horário de almoço, é necessário estabelecer que o atendimento seja mais rápido, para que atenda àquela demanda.


3. Ambiente

O ambiente do seu restaurante é um elemento do seu conceito. Por isso, no ambiente entra todos os pontos de contato do seu cliente com o seu estabelecimento, exemplo: A iluminação, as flores, volume, tipo e distância da música do ambiente, a decoração do ambiente e outros.

Todavia, existem duas maneiras de compreender o seu conceito, uma das maneiras é você conseguir definir o seu conceito em uma frase e a segunda maneira, é o seu cliente conseguir definir o seu conceito.


4. Comunicação

A comunicação também é elemento do seu conceito. Dessa maneira, é importante que as imagens da sua comunicação, os textos, as postagens em redes sociais e outros, sejam pensados de acordo com o conceito do seu restaurante.

Portanto, também é importante definir seus canais de comunicação de acordo com seu cliente ideal e seu conceito. Não é necessário estar em todos os canais de comunicação, mas sim nos que fazem mais sentido para o seu negócio. Sendo assim, responda: Onde seu cliente ideal está? No instagram? Lendo jornais? Assistindo a TV?

Além desses quatro pontos, também é importante saber quando definir o conceito do seu restaurante. Há desafios que ocorrem na definição do conceito durante a abertura do seu restaurante, mas também há desafios complexos quanto a redefinição do conceito do seu restaurante já aberto. Portanto, há inúmeros relatos diversos, tanto de proprietários que foram felizes com a redefinição, quanto proprietários que foram infelizes com a decisão.

Se você precisa conceituar o seu restaurante, vem pro ENG. O método ENG é o método que eu criei com base na minha experiência de mais de 30 anos no ramo da gastronomia e hotelaria. Se interessou? Conheça o ENG!

LEIA MAIS  Estratégias de Cross-selling: Impulsione Seu Restaurante

Marcelo Politi

Compartilhe:

Deixe um comentário: